lunes, 20 de febrero de 2017

Santo no bordel



Olá a todos!

Sou uma talha em madeira
de São João Batista.

Foi a madama do bordel onde habito
quem me comprou na loja de antiguidades.

Cheguei ao meu novo lar
ataviado de parca vestimenta.

Apenas o imprescindível
para cobrir as minhas vergonhas
enquanto batizava lá no Jordão.

Uma das moças
fez para mim uma túnica de seda
bordada com fios dourados.

Presidindo o meu oratório
pareço o governador da Galileia.

Em minha honra as flores
renovam-se diariamente,
e as velas perfumadas.

Estas gratas senhoritas falam comigo
e me consideram o seu amigo e confidente.

Mas ai Senhor!
ando perdido entre nádegas tão brancas,
seios de ébano, coxas de bronze...

Que pena ser só de madeira!!

J. Martín (20-2-2017)

No hay comentarios:

Publicar un comentario

Nota: solo los miembros de este blog pueden publicar comentarios.