domingo, 14 de febrero de 2016

Bairro das minhas lembranças




Bairro das minhas lembranças,
que foi de mim, que foi de ti?…
Aqui ficam as ruas, ficam as casas,
a cor do céu que eu dantes sempre vi.

A cor do céu do lar primeiro,
brilhando sem saudade e sem doer,
dum céu que era real e verdadeiro;
da vida com vontade de a viver.

Ficando tudo aquilo no passado
a barca do meu sonho naufragou.
Anda o meu coração assim calado,
a chama de esperança se apagou.

Meu bairro fica aqui com as lembranças,
dele faz muito tempo que eu parti,
e grandes são, tão grandes as distâncias
daquilo que eu sonhei e do que vivi!…


Juan Martín (12-2-2016)

No hay comentarios:

Publicar un comentario