miércoles, 22 de marzo de 2017

Viagem






Num afastado planeta
Há de morar meu legado:
Esse da dita incompleta
E do caminho truncado.

Para que serve pensar
Em imaginadas vidas
Se quando o vento soprar
Ficam todas esquecidas?

Vou pois então navegar
Até outro mundo distante,
Para poder encontrar
O teu querido semblante:

Esse de alma encantada
Que meu coração anela,
Essa visão tão sonhada
Que mora na minha estrela!

J. Martín

No hay comentarios:

Publicar un comentario

Nota: solo los miembros de este blog pueden publicar comentarios.